Rota do Sol, no Rio Grande do Sul, terá novas regras para circulação de caminhões

A rodovia conhecida como Rota do Sol (RSC-453 e ERS-486), terá novas regras para a circulação de caminhões, com peso bruto total superior às 23 toneladas, a partir de 17 de setembro.

De acordo com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), vinculado à Secretaria de Logística e Transportes do Rio Grande do Sul, as novas regras constam na Decisão Normativa 135/2021, publicada nesta quarta-feira (18/8) no Diário Oficial do Estado.

A dicisão publicada diz que, durante a baixa temporada, o transporte de cargas aos sábados estará liberado na Rota do Sol. Nas sextas-feiras, o período restrito no perímetro urbano de Caxias do Sul passa a ser das 16h às 19h – anteriormente era das 14h às 22h. Já as restrições previstas para os feriados permanecem, porém com adequações caso sejam prolongados.

“Por meio de estudos técnicos, realizados com o apoio do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), concluímos que o tráfego de veículos de carga convencional, na baixa temporada, não compromete a fluidez e a segurança dessas rodovias. Por isso, caminhões comuns poderão transitar na Rota do Sol nos horários e dias da semana estabelecidos pela nova decisão normativa”, explica o diretor de Operação Rodoviária do Daer, Sandro Vaz dos Santos.

“As novas regras consideram o número inexpressivo de acidentes com esses tipos de veículos, além do acréscimo da necessidade de transporte surgida devido a pandemia do Covid 19”, acrescenta a engenheira civil Diná Fernandes, superintendente de Transporte de Cargas do Daer.

“Procuramos apresentar as informações de forma diferente, contemplando a alta e a baixa temporadas. O objetivo é que, dessa forma, consigamos proporcionar um melhor entendimento das normas para os fiscais e a população de modo geral”, explica a engenheira.

Apesar da alteração, o transporte de cargas perigosas segue proibido. A relação das cargas proibidas constam na Decisão Normativa 127/19. A proibição se deve ao fato da rodovia atravessar a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, onde se encontra uma área de preservação ambiental.

“Devido ao risco de acidentes com produtos químicos e assemelhados e considerando o compromisso do Daer com o Ibama, mantivemos esse cuidado para preservar a fauna e a flora no entorno da Rota do Sol”, afirma Sandro Vaz dos Santos.

“Permanece a liberação para circulação aos caminhões que realizam o transporte de produtos perigosos, no abastecimento de estabelecimento industrial e/ou comercial existente ao longo do segmento entre Tainhas e Terra de Areia, de segunda a quinta-feira, unicamente das 10h às 15h e mediante comprovação”, finaliza o diretor.

FONTE: Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira 4470 Planalto Patos de Minas / MG